A Associação ‘Bora Ambientar, em parceria com a Extruplás, desafia os Municípios portugueses a aderirem à campanha “Não Há Oceano B!”, com o objetivo de sensibilizar os utentes das muitas zonas balneares do nosso país para a relação causal entre o consumo de produtos descartáveis (especialmente de plástico) e a poluição dos ecossistemas marinhos.

Pretende também dar a conhecer o potencial que existe de colocar os resíduos recicláveis ao serviço da economia circular, evitando que se tornem lixo.

As estatísticas oficiais revelam que se continuarmos a poluir os oceanos ao ritmo atual de 8 a 1 milhões de toneladas por ano, ” muito provável que em 050 haja mais plásticos do que peixes no mar.

Outro dado alarmante revela que a ingestão de plástico vitima anualmente 100 mil animais marinhos.

Além da preocupação que estes números evidenciam, a velocidade a que este problema está a desenvolver-se é também motivo de alarme.

A escolha da Extruplás para nosso parceiro neste projeto tem um denominador comum: maximizar a sustentabilidade e minimizar os impactos ambientais, através do desenvolvimento de novas soluções de aplicação de produtos produzidos a partir de plásticos mistos reciclados.

O equipamento proposto para ser colocado na proximidade dos ecopontos existentes nas zonas balneares é um painel (in)formativo, constituído por uma estaca e uma placa, com as seguintes dimensões:

  • Altura total: 3500 m
  • Altura acima do solo: 500 m
  • Placa de PVC com 10 mm de espessura
  • Área útil com impressão digital incluída de 90×600 m

Nas duas faces do painel, no canto superior direito é inserido o logo do Município e no canto inferior esquerdo estará disponível um QR code de acesso a informações mais detalhadas sobre o problema do lixo marinho.

Maquete do painel: ao entrar na praia

Maquete do painel: ao sair na praia

Parceiro